Jaula de Néon

Aqui está a paixão de quem atravessa a noite do mundo
espiando o deserto da cidade numa carruagem de metropolitano

(…)

As causas que me deram hão-de ajustar-se à medida do meu corpo

(…)

Insondável jaula de néon onde te movimentas
Mudas de alcunha para te manteres inacessível ao insulto

(…)

Vem comigo
Ensinar-te-ei o uso da fuga e o minucioso ofício das facas
Depois esperaremos o primeiro metro da manhã e
Iremos ver as árvores dos jardins subterrâneos

Al berto na Casa de Fernando Pessoa

Fotografia de Raquel Vida

Anúncios