o estranho caso do papalagui serial-killer de sedativos

o bolo da minha miúda passeia altivamente
pela mesa
enquanto o papalagui assassina ferozmente
mais um sedativo
num gesto furtivo
de rara subtileza

é fácil:
língua de fora como cobra letal
emborca dum trago
um copo cheio d’água natural
eis o crime consumado
eis perpetuada a redenção
cai de borco extenuado
cai redondo de escantilhão!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s